China vai fechar mais de mil minas de carvão em 2016, diz agência de energia

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016 11:38 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China visa fechar mais de mil de minas de carvão este ano, com uma capacidade total de produção de 60 milhões de toneladas, como parte de seus planos de atacar um excesso de oferta do setor que pressiona os preços para baixo, disse o regulador de energia do país.

A China é o maior consumidor mundial de carvão, mas a demanda tem declinado com a desaceleração do crescimento econômico e com a substituição de combustíveis fósseis no país para limitar a poluição.

Em uma reportagem publicada em seu site nesta segunda-feira, a Administração Nacional de Energia disse que os fechamentos comporão parte do plano revelado anteriormente para reduzir em até 500 milhões de toneladas de excesso de produção nos próximos três a cinco anos. (www.nea.gov.cn)

A China tem um total de 10.760 minas, e 5.600 delas precisarão ser fechadas eventualmente sob a política de banir aquelas com uma produção anual de menos de 90 mil toneladas, estimou a Associação Nacional de Carvão da China.

(Reportagem por David Stanway)