Selic ajuda BB-Mapfre a ter lucro 30% maior em 2015

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016 16:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Inflados pelo aumento da Selic, os ganhos financeiros da BB-Mapfre deram um salto em 2015, ajudando a seguradora a ter um lucro líquido 30 por cento maior no período. O grupo, que reúne operações do Banco do Brasil com a espanhola Mapfre, fechou 2015 com lucro líquido de 2,14 bilhões de reais.

O aumento da rentabilidade da carteira de títulos fez a participação dessa linha sobre o lucro total do grupo subir de 32 para 42 por cento no ano passado.

No plano operacional, a companhia, que opera seguros como de pessoas, habitacional, agrícola e veículos, teve prêmios de 16,7 bilhões de reais, alta de 2,6 por cento ante 2014, com destaque para as linhas de agronegócios (+14,7 por cento) e grandes riscos (+17,1 por cento).

O segmento vida fechou o ano representando 33 por cento dos negócios do grupo, enquanto o de automóveis equivalia a 32,7 por cento, seguida por agronegócios (15,8 por cento), grandes riscos (10,6 por cento) e massificados (8 por cento).

Segundo o diretor geral de planejamento e controladoria da BB Mapfre, Carlos Alberto Landim, o grupo pretende se esforçar para manter participação de mercado. A BB-Mapfre fechou 2015 com fatia de mercado de 17,6 por cento.

Segundo ele, dado a recessão no país, a companhia vai acompanhar de perto a evolução da sinistralidade em 2016, especialmente no mercado de veículos.

Mais cedo, a BB Seguridade, que reúne os negócio do BB em seguros e previdência, informou que teve lucro líquido de 1,014 bilhão de reais no quarto trimestre, queda de 11 por cento ante mesmo período do ano anterior.

(Por Aluísio Alves)