Preços do petróleo sobem 6% por apostas em redução de produção não convencional nos EUA

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016 18:44 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os mercados de petróleo encerraram em alta de até 6 por cento nesta segunda-feira, com especulações sobre a queda da produção de petróleo não convencional nos EUA e um rali nas ações alimentando a noção de que os preços da commodity podem estar próximos de um piso após o colapso de 20 meses.

Os preços começaram a semana com uma recuperação no mercado da Ásia, reagindo aos dados sobre atividade de sondas de petróleo nos EUA divulgados na sexta-feira. O número de equipamentos de perfuração em operação caiu para mínima de dezembro de 2009, após nove semanas consecutivas de cortes.

O petróleo conseguiu um impulso maior após a Agência Internacional de Energia, entidade global de consumidores de petróleo, dizer que a produção de petróleo não convencional pode cair em 600 mil barris por dia este ano e mais 200 mil bpd em 2017.

O petróleo nos EUA encerrou em alta de 1,84 dólar, ou 6 por cento, a 31,48 dólares por barril, chegando a superar 32 dólares em um momento.

O Brent encerrou em alta de 1,68 dólar, ou 5 por cento, a 34,69 dólares por barril.

Apesar do ganhos da segunda-feira, alguns analistas dizem que as condições de mercado eram fracas, citando a redução da demanda por petróleo.

(Por Barani Krishnan; reportagem adicional por Karolin Schaps)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS NS RS