Ações chinesas recuam, queda do petróleo pressiona principal índice regional

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016 07:35 BRT
 

XANGAI/CINGAPURA/TÓQUIO (Reuters) - As ações chinesas caíram nesta terça-feira com os investidores realizando lucros após os ganhos de 2 por cento da sessão anterior, mas alguns analistas esperam que os compradores retornem antes da reunião do Legislativo do país no próximo mês.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,95 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,79 por cento.

A maioria dos setores caiu, mas as ações de matérias-primas e de energia ampliaram a alta recente diante da recuperação global dos preços de commodities e petróleo.

No Congresso Nacional do Povo, os líderes chineses vão apresentar relatórios de trabalho e o plano de desenvolvimento econômico dos próximos cinco anos será finalizado.

No restante do continente, as ações recuaram da máxima de sete semanas com a reversão da alta do petróleo que vinha impulsionando as ações globais.

Às 7:28(horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,29 por cento, após subir mais cedo 0,4 por cento e atingir a máxima desde 8 de janeiro.

Depois de subir até 7 por cento na segunda-feira com as especulações da queda da produção de petróleo não convencional nos Estados Unidos, os preços do petróleo recuavam nesta terça-feira com preocupações de que qualquer corte na produção dos EUA pode ser compensada pelo aumento da produção no Irã.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,37 por cento, a 16.052 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,25 por cento, a 19.414 pontos.   Continuação...