23 de Fevereiro de 2016 / às 11:30 / 2 anos atrás

Ministro do Japão não descarta chance de mais estímulo fiscal

TÓQUIO (Reuters) - O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, não descartou a possibilidade de elaborar um orçamento suplementar no início do ano fiscal que começa em abril, sugerindo que pode estar vindo um estímulo fiscal adicional para sustentar a economia.

A declaração dele foi dada no momento em que o presidente do banco central, Haruhiko Kuroda, disse que apenas acelerar o ritmo de impressão de dinheiro não irá aumentar as expectativas de futuras altas de preços, reconhecendo os limites do que a política monetária pode fazer para reanimar o crescimento.

“Vamos obviamente agir de forma flexível com a política fiscal como necessário, observando o desempenho da economia”, disse Aso ao Parlamento nesta terça-feira.

“Isso vai depender das condições econômicas”, disse ele, quando questionado se o governo pode avaliar a elaboração de um orçamento suplementar no início do próximo ano fiscal.

O governo normalmente evita oferecer indicações de um orçamento extra até que o orçamento normal para o próximo ano fiscal seja aprovado no Parlamento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below