Seca reduz produção de açúcar da África do Sul ao menor nível em 2 décadas

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016 13:51 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - A África do Sul deverá produzir 1,63 milhão de toneladas de açúcar na temporada 2015/16, menor volume desde 1995 e uma queda de 22 por cento ante a safra anterior, após uma forte seca prejudicar as lavouras, disse uma associação do setor nesta quarta-feira.

A pior seca em um século afetou as áreas produtoras de cana e de milho, aumentando a pressão sobre os produtores, que já enfrentam forte concorrência de importações baratas, principalmente do Brasil, o que forçou algumas usinas a permanecerem fechadas.

O diretor-executivo da Associação de Açúcar da África do Sul, Trix Trikam, disse que as chuvas ficaram 60 por cento abaixo do necessário entre dezembro e março, principal período de crescimento das plantas.

Em 2014/15, a produção de açúcar do país foi de 2,12 milhões de toneladas, não muito distante da média recente de 2 milhões de toneladas por ano, segundo o executivo.

Trikam disse que há açúcar suficiente no mercado para atender o consumo doméstico, mas produtores estão reduzindo exportações para evitar escassez.

(Por Zandi Shabalala)