Embraer abre negociações com Irã, com foco em aviação comercial

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 15:10 BRT
 

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, São Paulo (Reuters) - A Embraer iniciou conversas com o Irã após o fim do embargo comercial internacional ao país e está em discussões preliminares sobre vendas de aviões comerciais ao país.

"Começamos a conversar semanas atrás. Está começando a discussão, muito preliminar", disse nesta quinta-feira o presidente da Embraer, Frederico Curado, durante apresentação oficial do E190-E2, primeiro da segunda geração de aviões comerciais E-Jets da companhia.

O governo iraniano tem interesse em comprar 50 jatos da fabricante brasileira, disse uma fonte do Palácio do Planalto à Reuters nesta semana.

Perguntado se o país tem interesse no cargueiro KC-390, Curado disse que o foco da conversa têm sido aviação comercial.

O Irã precisa repor toda a frota de aviação, após anos de embargo que barrou importações do país. Após fechar negócio de 114 Airbus, o Irã precisa também de jatos de aviação regional.

Se o Irã quiser aviões antes de 2018, quando o E190 de segunda geração entra em serviço, disse Curado, a opção teria que ser pela primeira geração.

"Para 2019 também estamos bastante comprometidos (com encomendas)", disse.

PLANOS   Continuação...

 
CEO da Embraer, Frederico Curado, durante apresentação do novo jato E190-E2, em São José dos Campos (SP). 25/02/2016. REUTERS/Nacho Doce