Sobras de coleções da Cia Hering podem afetar empresa no 1º trimestre

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016 12:57 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A varejista de moda Cia Hering permanece focada na retomada do crescimento de vendas em 2016, mas sobras de coleções do ano passado ainda podem prejudicar a empresa, especialmente no primeiro trimestre.

"A gente fez um esforço grande ao longo de 2015 para reduzir as sobras, a gente conseguiu reduzir no final do ano, mas ainda existem algumas que devem impactar negativamente, especialmente no primeiro trimestre”, disse o diretor financeiro, Frederico Oldani, em teleconferência com analistas.

(Por Juliana Schincariol)