Embraer diz que Republic Airways tinha 24 encomendas ao pedir recuperação judicial

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 07:09 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Republic Airways possuía encomendas remanescentes de 24 jatos E175 da Embraer quando pediu recuperação judicial nos Estados Unidos na semana passada, disse a fabricante de aeronaves brasileira no domingo.

A Embraer já havia entregado quatro jatos E175 à companhia aérea norte-americana de um total de 28 encomendas firmes. As 24 restantes tinham entrega programada para entre agosto de 2016 e dezembro de 2017.

A Embraer disse estar esperando para ver como a reorganização procederá para determinar como a situação afetará as encomendas restantes.

"Apesar da recuperação judicial, a Republic continua a operar normalmente, como é o caso com outras aéreas que passaram pelo processo no passado", afirmou a Embraer em comunicado.

A Republic Airways tem na frota 230 aeronaves da Embraer. Elas incluem 50 jatos ERJ 140/145 e 180 E170/175, de acordo com a Embraer.

A Republic disse na semana passada que pediu recuperação judicial porque perdeu receita após ter tido que manter aeronaves paradas em meio à falta de pilotos.

Na sexta-feira, a ação da Republic Airways caiu 73 por cento para 0,92 dólar, maior queda em um único dia do papel em ao menos 20 anos.

(Por Jeb Blount)