Leilão de energia A-5 é adiado para o final de abril, diz governo

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 15:00 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O leilão de energia A-5 que estava agendado para 31 de março será adiado para "final de abril", informou em nota nesta segunda-feira o Ministério de Minas e Energia, sem especificar uma nova data.

Segundo a pasta, o objetivo é possibilitar que o certame, que contratará usinas de geração para operar a partir de 2021, seja realizado após licitação de linhas de transmissão agendada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para 13 de abril.

O ministério disse que muitas usinas candidatas a disputar o A-5 esperam se conectar à rede elétrica em linhas que devem ser viabilizadas no leilão de transmissão.

Nas últimas concessões de linhas de transmissão, realizadas no ano passado, mais da metade dos empreendimentos ofertados não recebeu propostas de investidores, o que acendeu um sinal de alerta quanto à falta de interesse do mercado no segmento.

Para o leilão deste ano, a Aneel atendeu pleitos do Tribunal de Contas da União e elevou a receita e taxa de retorno dos empreendimentos, com o objetivo de atrair mais investidores e evitar futuros problemas no escoamento de energia.

(Por Luciano Costa)