Chinesa State Grid confirma interesse em ativos de transmissão da Abengoa no país

terça-feira, 1 de março de 2016 16:41 BRT
 

Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A gigante chinesa State Grid confirmou nesta terça-feira o interesse em ativos de transmissão da Abengoa no Brasil, após a companhia espanhola paralisar todas as obras no país e entrar com pedidos de recuperação judicial em meio a dificuldades financeiras.

"A State Grid Brasil Holding confirma que há interesse nos ativos da Abengoa, mas que nenhuma proposta formal foi realizada", disse a empresa à Reuters, em nota enviada pela assessoria.

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse mais cedo nesta terça-feira que o governo federal negocia com duas empresas estrangeiras interessadas nos empreendimentos da Abengoa no país. Sem dar detalhes, Braga disse que um dos investidores teria interesse em todas concessões da empresa, enquanto o outro analisa ativos pontuais.

Segundo informações disponíveis no site da Abengoa, a empresa possui 3,5 mil quilômetros em linhas de transmissão em operação no país, além de 6,3 mil quilômetros em diferentes estágios de desenvolvimento.

A Abengoa não comentou de imediato a informação da State Grid.

Entre os empreendimentos da espanhola que foram paralisados no início da implementação estão linhas importantes para escoar a energia da hidrelétrica de Belo Monte do Norte ao Sudeste do país, bem como obras necessárias para ligar à rede usinas eólicas e solares no Nordeste.

A State Grid iniciou seus investimentos no Brasil em 2010, quando comprou sete empresas de transmissão então controladas pelo grupo espanhol Plena, majoritário, e pela própria Abengoa por 989 milhões de dólares.