Agência S&P diz que grandes estímulos econômicos do Japão vão aumentar preocupações

quarta-feira, 2 de março de 2016 09:38 BRT
 

Por Shinichi Saoshiro

TÓQUIO (Reuters) - O governo japonês não deve conseguir lançar um pacote de estímulos econômicos para apoiar a economia sem aumentar as preocupações sobre o tamanho de seus gastos, disse a agência de rating Standard & Poor's nesta quarta-feira.

Com a economia vacilando, o Japão está preparando o terreno para novos gastos do governo para prevenir qualquer fraqueza do consumo das famílias, o que pode aumentar sua já pesada dívida.

A S&P cortou o rating do Japão de AA- para A+ em setembro, quatro notas abaixo da classificação mais alta AAA, por causa das dúvidas sobre a capacidade do governo de reverter a deterioração econômica do país. A agência também elevou a perspectiva do país para "estável" de "negativa."

"O tamanho de qualquer estímulo terá que ser cuidadosamente calibrado. Neste ponto, não penso que o governo pode lançar um pacote grande o suficiente para apoiar a economia sem disparar preocupações", disse em entrevista o diretor sênior de ratings soberanos para a Ásia-Pacífico do S&P, Kim Eng Tan.