Lucro da EDP Energias do Brasil sobe 21% no 4° tri com venda de ativos

quarta-feira, 2 de março de 2016 20:55 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica EDP Energias do Brasil registrou lucro líquido de 383 milhões de reais no quarto trimestre de 2015, alta de 20,7 por cento na comparação anual, beneficiada principalmente pela venda de uma fatia em ativos em energia renovável e por acordo que compensou parcialmente perdas em suas hidrelétricas, disse a empresa nesta quarta-feira.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou 785,3 milhões de reais, com crescimento de 3,3 por cento ante o quatro trimestre de 2014.

A companhia, com negócios em geração, distribuição e comercialização de energia no Brasil, concluiu em 21 de dezembro uma operação pela qual vendeu 45 por cento de seu portfólio de fontes renováveis no país, que soma 84 megawatts em usinas eólicas em operação e 120 megawatts em desenvolvimento.

Os ativos estavam concentrados na subsidiária EDP Renováveis Brasil.

A operação foi fechada junto à EDP Renováveis, braço global da portuguesa EDP para investimentos em energia limpa-- a unidade possui cerca de 9 gigawatts em ativos em países como Estados Unidos, Portugal e Espanha, entre outros.

A transação pela EDP Renováveis Brasil envolveu 176 milhões de reais, dos quais 88 milhões pagos em dezembro de 2015.

A EDP Energias do Brasil também fechou acordo com o governo federal para receber uma compensação parcial pelas perdas de faturamento de suas hidrelétricas com a seca em 2015, o que representou um impacto de 40,8 milhões de reais no Ebitda do quarto trimestre.

A receita operacional líquida da companhia somou 2,5 bilhões entre outubro e dezembro do ano passado, com recuo de 10,7 por cento ante o mesmo período de 2014.

No consolidado de 2015, a companhia apresentou lucro líquido de 1,27 bilhão de reais, com alta de 70,3 por cento ante o ano anterior.

(Por Luciano Costa)