Câmara aprova MP que aumenta alíquota de IR sobre juros sobre capital próprio

quarta-feira, 2 de março de 2016 21:02 BRT
 

(Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira a medida provisória 694, que dentre outras alterações tributárias, aumenta de 15 por cento para 18 por cento a alíquota de Imposto de Renda que incide sobre o juro sobre capital próprio a partir de 1o de janeiro de 2017.

O texto aprovado, de autoria do relator da matéria na comissão mista, senador Romero Jucá (PMDB-RR), também aumenta alíquotas da contribuição para o PIS/Pasep-Importação, de 0,54 por cento para 1,11 por cento, e aumenta a Cofins-Importação de 2,46 para 5,02 por cento.    A MP estabelece ainda uma gradação para a redução de créditofiscal gerada pelas contribuições ao PIS/Pasep e Cofins,permitida para empresas que se enquadram no Regime Especial daIndústria Química (Reiq). 

Uma das medidas editadas pelo governo em meio ao esforçopara melhorar a arrecadação, a MP perde validade no dia 8 de março e ainda precisa ser analisada pelos senadores.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), entretanto, estabeleceu uma regra pela qual os senadores não analisam MPs que cheguem à Casa com menos de sete dias para seu vencimento.

“Fui informado de que o presidente do Senado, Renan Calheiros, não abriria mão de executar o prazo de sete dias, que é rotina na Casa", disse o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), segundo a Agência Câmara.

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)