Fevereiro foi pior mês para empresas da zona do euro em mais de um ano, mostra PMI

quinta-feira, 3 de março de 2016 07:17 BRT
 

Por Jonathan Cable

LONDRES (Reuters) - As empresas da zona do euro tiveram em fevereiro seu pior mês em mais de um ano, o que, junto com mais sinais de pressões deflacionárias, deve solidificar as expectativas de mais afrouxamento monetário, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

O PMI Composto final do Markit, considerado um bom guia do crescimento, caiu para 53,0 no mês passado ante 53,6 em janeiro, leitura mais baixa desde o início de 2015. Entretanto, foi melhor do que a preliminar de 52,7 e acima da marca de 50 que indica crescimento.

"A desaceleração no crescimento da atividade empresarial, acompanhada por uma diminuição similar no ritmo de criação de emprego e a queda mais forte nos preços cobrados em um ano, sugere que a recuperação da região está perdendo força", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

É quase certo mais um corte da taxa de depósito do Banco Central Europeu quando ele se reunir em 10 de março e pesquisa da Reuters mostrou chance de 50 por cento de o BCE elevar o volume do programa de compra de títulos.

O PMI do setor de serviços caiu para a mínima de 13 meses de 53,3 ante 53,6 em janeiro, ainda que tenha ficado acima da preliminar de 53,0.