Carga de energia do sistema brasileiro sobe 2% em fevereiro, diz ONS

segunda-feira, 7 de março de 2016 11:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia elétrica do sistema interligado brasileiro cresceu 2 por cento em fevereiro ante mesmo período de 2015, informou nesta segunda-feira o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com influência de temperaturas elevadas no Sudeste e maior número de dias úteis neste ano.

A carga do Sudeste/Centro-Oeste subiu 2,8 por cento na comparação anual, enquanto houve queda pelo segundo mês consecutivo no Nordeste, com baixa de 1,4 por cento.

O ONS destacou o comportamento da região Nordeste, que até então "se mostrava menos sensível aos efeitos da conjuntura adversa econômica adversa".

No Sul, houve crescimento de 1 por cento na carga, enquanto o Norte teve alta de 4,3 por cento, na comparação anual.

O ONS afirmou que, se desconsiderados efeitos decorrentes de "fatos fortuitos", como o maior número de dias úteis em 2016, a carga do sistema brasileiro teria crescido 1 por cento ante fevereiro do ano passado.

Nessa comparação ajustada, o Nordeste teria apresentado redução de 2,9 por cento, enquanto o Sul teria queda de 0,7 por cento na carga. Já Sudeste/Centro-Oeste e Norte teriam crescido, respectivamente, 2,1 por cento e 4,3 por cento.

No acumulado dos últimos 12 meses, no entanto, a carga do país apresenta redução de 2,1 por cento. A queda acumulada é de 3,5 por cento em Sudeste/Centro-Oeste e Sul; já Nordeste e Norte ainda acumulam uma alta de 1,8 por cento e 3,3 por cento no período, respectivamente.

O ONS afirma que a carga tem sido afetada pelo "baixo desempenho da atividade econômica, diante da demanda interna fraca" e pela "elevação das tarifas... que começou a ser sentida pelos consumidores a partir de abril de 2015".

(Por Luciano Costa)