Ações europeias atingem mínima de 1 semana após dados da China pressionarem mineradoras

terça-feira, 8 de março de 2016 14:38 BRT
 

Por Atul Prakash e Alistair Smout

LONDRES (Reuters) - As ações europeias atingiram a mínima de uma semana nesta terça-feira, após dados fracos do comércio da China, maior consumidor mundial de metais, pressionar os preços de metais industriais e o setor de mineração.

Os dados de fevereiro do comércio da China foram muito mais fracos do que a expectativa de economistas, com as exportações sofrendo seu maior tombo em mais de seis anos, dias após os líderes em Pequim buscarem assegurar aos investidores que a perspectiva para a segunda maior economia do mundo é sólida.

O índice STOXX 600 de matérias-primas recuou 9,3 por cento, maior queda setorial, pressionado pelas perdas das ações da BHP Billiton, Anglo American, Rio Tinto e Glencore de entre 8,5 e 18,1 por cento.

"Exportações chinesas muito mais fracas indicam claramente mais problemas para a economia chinesa nos meses à frente, com a desaceleração do crescimento global continuando a pesar", disse o operador do City of London Markets Markus Huber.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve queda de 0,9 por cento, a 1.329 pontos, após tocar o menor nível em uma semana.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,92 por cento, a 6.125 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,88 por cento, a 9.692 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,86 por cento, a 4.404 pontos.   Continuação...