África do Sul importa milho após seca elevar preços locais

quarta-feira, 9 de março de 2016 15:29 BRT
 

JOANESBURGO/HAMBURGO (Reuters) - A África do Sul, que necessita importar milhões de toneladas de milho este ano devido à seca, obterá centenas de milhares de toneladas de milho branco nos próximos meses no México, provavelmente a partir de maio, disseram operadores locais e estrangeiros.

O milho branco é um produto básico para a maior parte dos domicílios da África do Sul, mas a escassez é iminente, levando os preços dos alimentos e a inflação para cima.

A economia mais avançada da África também deve receber 228.400 toneladas da variedade amarela do grão nos próximos dias, de acordo com o mapa interativo de navios da Thomson Reuters.

Os preços do milho na África do Sul estão próximos a máximas recentes devido à seca. O Comitê de Estimativas de Safras do governo estimou a safra 27 por cento menor em 2016, a 7,255 milhões de toneladas.

A África do Sul consome cerca de 10 milhões de toneladas de milho anualmente e até o momento neste ano comercial, que acaba em 30 de abril, importou 1,4 milhão de toneladas, cerca de 95 por cento das quais de milho amarelo, mais usado para ração animal.

(Por Ed Stoddard e Michael Hogan)