BC vê inflação acima da meta em 2017, e não mais "ligeiramente" acima, traz ata do Copom

quinta-feira, 10 de março de 2016 08:52 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central informou que sua projeção da inflação pelo cenário de referência segue acima da meta de 4,5 por cento em 2016 e em 2017, mas retirou a menção de que para o ano que vem a inflação estava "ligeiramente" superior ao centro da meta, conforme ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira.

No documento, a autoridade monetária ressaltou ainda que remanescem incertezas associadas ao balanço de riscos, principalmente quanto ao processo de recuperação dos resultados fiscais e sua composição, ao comportamento da inflação corrente e das expectativas de inflação.

Na semana passada, o BC manteve a Selic em 14,25 por cento ao ano, mesmo patamar desde julho de 2015, numa decisão dividida entre os membros do Copom e que sugere que a autoridade monetária não deve cortar os juros básicos tão cedo, apesar da fraqueza na economia.

(Por Marcela Ayres)