Crise dificulta combate a perdas da Equatorial Energia; lucro cai 73% no 4º tri

sexta-feira, 11 de março de 2016 10:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Equatorial Energia teve lucro líquido de 143 milhões de reais no quarto trimestre, queda de 73 por cento na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou a companhia em balanço divulgado na noite de quinta-feira.

A holding, que controla as distribuidoras de energia Cemar e Celpa, que atendem Maranhão e Pará, disse que a atual recessão econômica no país tem gerado "maior resistência" contra ações de combate a perdas elétricas associadas a fraudes e irregularidades de consumidores.

No Maranhão, a empresa disse que está "reavaliando o plano de redução de perdas" para avaliar qual seria um "patamar sustentável no longo prazo".

A Cemar tem perdas que representam 17,6 por cento da demanda por energia dos últimos 12 meses, abaixo da meta regulatória de 19,3 por cento; na Celpa, as perdas chegam a 29,2 por cento, acima da meta de 26 por cento estabelecida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) societário da companhia de energia totalizou 333 milhões de reais, baixa de 57 por cento na mesma base de comparação.

A receita operacional líquida da elétrica somou 1,875 bilhão de reais no trimestre, com baixa de 22,6 por cento na comparação anual.

As vendas de energia cresceram 4,5 por cento na Cemar e 12,2 por cento na Celpa.

A Equatorial aprovou em reunião de seu Conselho de Administração na quinta-feira o pagamento de 198 milhões de reais em dividendos, já considerando juros sobre o capital próprio anunciados em 23 de dezembro.

(Por Priscila Jordão e Luciano Costa)