March 11, 2016 / 5:52 PM / in a year

Estácio estima captação de alunos em 2016 em linha com ano passado

3 Min, DE LEITURA

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A captação de alunos da Estácio Participações em 2016 deve ficar em linha com a do ano passado, estimou nesta sexta-feira o presidente da rede de ensino superior privado, Rogério Melzi.

"Neste momento, estamos em condições de apresentar uma captação em linha com o ano passado, tanto no presencial quanto no EAD (ensino a distância)", disse o executivo em teleconferência com analistas.

A Estácio informou na véspera que encerrou 2015 com uma base total de 502 mil alunos, 15 por cento acima do ano anterior. Deste total, 357,4 mil estavam matriculados nos cursos presenciais e 133,2 mil nos cursos a distância, além de 11,4 mil alunos provenientes das aquisições realizadas nos últimos 12 meses.

A companhia informou na véspera que teve lucro líquido de 65,1 milhões de reais no quarto trimestre, queda de 19,5 por cento na comparação anual.

Segundo Melzi, a empresa tem uma equipe focada desde outubro de 2015 em captação, com iniciativas como novas campanhas de marketing, incluindo uma campanha para o EAD, pela primeira vez e apesar da deterioração do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e da economia brasileira.

Melzi afirmou, ainda, que a companhia poderá ter uma "geração de caixa significativa em 2016", considerando o fluxo atrasado de pagamentos do Fies previsto para este ano.

Os pagamentos de repasses e recompras de créditos de financiamento do governo serão feitos em 12 parcelas em 2016.

Neste ano também serão pagos um quarto dos encargos educacionais remanescentes de 2015 devidos às instituições de ensino superior com mais de 20 mil alunos matriculados pelo Fies até 30 de junho. Este pagamento é feito por meio de repasse de Certificado Financeiro do Tesouro – Série E (CFT-E).

No primeiro semestre de 2016, a Estácio obteve 17.563 novas vagas da companhia destinadas para o Fies. Segundo o executivo, já são 7 mil alunos matriculados no financiamento. As vagas restantes ainda estão em fase de preenchimento, afirmou.

O executivo disse, ainda, que há uma discussão no Ministério da Educação para que vagas que não forem preenchidas possam ser utilizadas para alunos veteranos que ainda não têm o financiamento.

Com relação a preços, Melzi disse que a Estácio não mudou nada em relação a sua estratégia anterior e que as promoções estão semelhantes às do ano passado. Por outro lado, é natural um aumento do número de bolsas e descontos e um mix mais desfavorável da mensalidade média, acrescentou.

A Estácio encerrou o quatro trimestre com mensalidade média de 650,9 reais no ensino presencial e de 155,4 no EAD.

"Não vamos entrar em guerra de preços", afirmou, dizendo que se ocorrer em determinada praça será feito de forma pontual e inteligente.

Às 14h49, as ações da companhia caíam 8,98 por cento, a 13,89 reais, enquanto o Ibovespa avançava 0,56 por cento.

Por Juliana Schincariol

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below