Dólar cai 1,38% e volta abaixo de R$3,60 antes de manifestações pró-impeachment

sexta-feira, 11 de março de 2016 18:25 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda de mais de 1 por cento nesta sexta-feira, voltou abaixo dos 3,60 reais e marcou a terceira semana consecutiva de recuo forte, com investidores aumentando ainda mais as apostas em uma troca de governo antes das manifestações a favor do impeachment no fim de semana.

O dólar recuou 1,38 por cento, a 3,5910 reais na venda, menor nível de fechamento desde 28 de agosto de 2015 (3,5853 reais). Na semana, a moeda norte-americana acumulou baixa de 4,51 por cento.

A divisa dos Estados Unidos fechou em alta em apenas um dia neste mês e, em todos os outros, recuou mais de 1 por cento. No período, acumula queda de 10,30 por cento.

"O mercado comprou com força a ideia de que o governo Dilma não dura muito mais", resumiu o operador Marcos Trabbold, da corretora B&T.

O Ministério Público de São Paulo pediu na véspera a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso envolvendo um tríplex no Guarujá, no qual é acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

A decisão levou a consultoria de risco político Eurasia Group a aumentar a probabilidade que atribui ao cenário de a presidente Dilma Rousseff não concluir seu mandato para 65 por cento, ante 55 por cento previamente.

Muitos operadores veem positivamente a aproximação das investigações de corrupção do governo, mas alguns ponderam que as incertezas políticas podem dificultar a recuperação econômica.

Operadores ressaltam que o fim de semana deve ser marcado por dois eventos importantes no campo político: as manifestações de domingo e a convenção nacional do PMDB, que pode discutir o rompimento com o governo.   Continuação...

 
Casa de câmbio no Rio de Janeiro. 24/09/2015. REUTERS/Sergio Moraes