S&P fecha na máxima do ano com alta do petróleo e estímulos do BCE

sexta-feira, 11 de março de 2016 19:24 BRT
 

Por Laila Kearney

(Reuters) - Os índices Dow Jones e S&P 500 fecharam no maior nível do ano nesta sexta-feira, com investidores assimilando as novas medidas de estímulo do Banco Central Europeu e com os preços mais altos do petróleo impulsionando as ações do setor de energia.

O índice Dow Jones subiu 1,28 por cento, a 17.213 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 1,64 por cento, a 2.022 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 1,85 por cento, a 4.748 pontos.

Os investidores deixaram de lado o ceticismo com o pacote de estímulo do BCE divulgado na quinta-feira, que foi ofuscado por sinais de que não serão adotados novos cortes de juros, disse o diretor de investimento da North Star Investment Management Corp, Eric Kuby.

"Parece para mim que esta alta de ontem foi adiada para hoje", disse Kuby. Investidores "reavaliaram e perceberam que as notícias foram boas".

O otimismo da sessão também foi fortalecido pelo avanço dos preços do petróleo, que têm tido forte correlação com o mercado acionário ao longo do ano.

Os preços do petróleo subiram quase 2 por cento nos EUA e o Brent foi acima dos 40 dólares o barril após a Agência Internacional de Energia dizer que os preços do petróleo podem ter atingido seu piso, conforme a produção nos EUA e em outros países não membros da Opep começaram a cair rapidamente.

Na semana, o Dow Jones subiu 1,2 por cento, o S&P ganhou 1,1 por cento e o Nasdaq avançou 0,7 por cento, na quarta semana seguida de ganhos para os índices.