S&P 500 fecha na máxima do ano após Fed sinalizar menos altas de juros

quarta-feira, 16 de março de 2016 18:18 BRT
 

Por Laila Kearney

(Reuters) - O S&P 500 fechou na máxima do ano nesta quarta-feira após o Federal Reserve manter a taxa de juros e sinalizar menos altas nos próximos meses.

O índice Dow Jones subiu 0,43 por cento, a 17.325 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,56 por cento, a 2.027 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,75 por cento, a 4.763 pontos.

O Fed indicou que o crescimento econômico moderado nos EUA e "fortes ganhos no emprego" permitiriam o aperto da política monetária neste ano, com novas projeções mostrando que membros do banco central esperam duas altas de 0,25 ponto percentual até o fim do ano, ante quatro altas na previsão de dezembro.

No entanto, o banco central norte-americano destacou que os Estados Unidos ainda enfrentam riscos devido às incertezas da economia global.

Devido a essa incerteza, "o comitê julgou prudente manter a atual postura política nesta reunião", disse a chair do Fed, Janet Yellen.

A decisão de manter os juros veio em linha com as projeções de analistas, mas o tom do Fed surpreendeu alguns.

"Muitos estavam esperando um comunicado levemente 'hawkish' e eles não entregaram isso", disse o economista-chefe do RBC Capital Markets, Tom Porcelli. "Foi equilibrado na melhora das hipóteses e provavelmente até um pouco dovish".

Entre os 10 principais índices setoriais do S&P 500, oito fecharam em alta. O setor de matéria-prima subiu 1,74 por cento e liderou os ganhos. Os setores de saúde e financeiro caíram.