China diz que quedas do comércio vão diminuir após março, mas 2016 será duro

quinta-feira, 17 de março de 2016 08:48 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - As quedas do comércio internacional da China vão diminuir após março, apesar de a expectativa para as condições do comércio serem mais duras este ano do que em 2015, disse um porta-voz do Ministério do Comércio, Shen Danyang, na quarta-feira.

"O ritmo de crescimento do comércio exterior está aumentando", disse Shen a repórteres em Pequim. "Esperamos que as quedas do comércio diminuam gradualmente após março."

As exportações de fevereiro da China tiveram a maior queda desde maio de 2009, enquanto as importações também ficaram abaixo das previsões, recuando pelo 16º mês consecutivo.

O encontro dos líderes chineses na sessão anual do Parlamento este mês não especificou uma meta para o comércio este ano, após repetidamente não atingir as metas nos últimos anos, refletindo a profunda incerteza sobre a demanda global.

(Reportagem por Xiaoyi Shao e Nicholas Heath)