Rio Tinto troca presidente-executivo pelo chefe da divisão de cobre

quinta-feira, 17 de março de 2016 12:46 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - A mineradora Rio Tinto nomeou o chefe da divisão de cobre e carvão da companhia Jean-Sebastien Jacques como presidente-executivo da companhia, em substituição ao veterano Sam Walsh, marcando uma mudança na mineradora anglo-australiana há muito focada em minério de ferro.

Walsh, de 66 anos, foi colocado no comando há três anos após a saída abrupta de Tom Albanese da Rio Tinto. Ele foi considerado o homem certo para dirigir a companhia em um momento em que a empresa estava lutando contra desdobramentos de uma série de investimentos dispendiosos.

Enquanto Walsh conseguiu baixar os custos de produção de minério de ferro, principal commodity da Rio Tinto, a empresa entrou em águas turbulentas com o setor de mineração atravessando o período mais difícil em décadas.

Jacques, de 44 anos, elogiado por analistas por executar tarefas difíceis como o projeto de Oyu Tolgoi, na Mongólia, será o primeiro homem em décadas do setor de cobre a comandar o grupo, que obtém quase 90 por cento de seus ganhos com o minério de ferro.

A Rio Tinto recebeu nos últimos meses pedidos de investidores para reequilibrar os ativos, com os preços do minério de ferro e a indústria do aço definhando.

"O Conselho decidiu que J-S (Jean-Sebastien Jacques) é a pessoa certa para liderar Rio Tinto em um mundo cada vez mais complexo e cheio de desafios e oportunidades para nossa indústria", afirmou presidente do Conselho da companhia, Jan du Plessis, nesta quinta-feira.

(Por James Regan e Sonali Paul)