Carros europeus usarão mais alumínio para atender metas de emissões de gás carbônico

quinta-feira, 17 de março de 2016 14:34 BRT
 

CIDADE DO CABO (Reuters) - A quantidade de alumínio leve e reciclável em carros europeus subirá para 180 quilos em média até 2020 conforme montadoras buscam cortar emissões de carbono, disse um membro sênior da indústria de metais.

As metas globais de frear emissões de gases causadores do efeito estufa estão motivando a aderência ao alumínio em vez de outros metais mais pesados como o aço.

Espera-se que o uso de alumínio suba para 180 quilos por carro, em média, ante 140 quilos em 2012. O crescimento de longo prazo deve vir de chapas laminadas e outros componentes extrudados, disse Gerd Gotz, diretor geral do órgão industrial European Aluminium, citando um novo estudo que confirma previsões feitas em 2012.

"Esse será o novo motor de crescimento na indústria que processa alumínio", disse Gotz à Reuters em evento do setor em Cidade do Cabo.

Sob as metas obrigatórias da Comissão Europeia de 2015, fabricantes devem garantir que os carros que produzem não emitam mais de 130 gramas de gás carbônico por quilômetro, em média. Até 2021, a média deve cair a 95 gramas, com os limites de emissões baseados no peso dos carros.