Queda de ações automotivas pressionam índice acionário europeu; mineradoras sobem

quinta-feira, 17 de março de 2016 15:13 BRT
 

Por Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - O principal índice de ações europeias caiu nesta quinta-feira, pressionado pelas empresas exportadores devido à alta do euro contra o dólar após o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, sinalizar menos altas dos juros do que esperado este ano.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em baixa de 0,13 por cento, aos 1.340 pontos, um dia após o Fed deixar inalterada a taxa de juros e indicar que o crescimento econômico moderado dos EUA e os "fortes ganhos de emprego" permitirão ao banco apertar a política monetária este ano, com novas projeções mostrando que as autoridades esperam dois aumentos de 0,25 ponto percentual até o fim do ano, metade dos aumentos na projeção de dezembro..

Entretanto, as ações das mineradoras subiram com o dólar mais fraco tornando os metais mais acessíveis a consumidores que compram em outras moedas não denominadas em dólar, impulsionando os metais industriais como cobre e alumínio.

O índice do setor automotivo recuou 1,1 por cento, pressionado pelas quedas de 1,2 por cento a 2 por cento das ações da BMW, Daimler, Renault e Peugeot, que figuram entre os grandes exportadores europeus.

"As ações estão caindo na esteira do avanço do euro. Estamos apenas consolidando alguns dos ganhos feitos durante o mês passado", disse o gestor de fundos da Clarinvest Ion-Marc Valahu, apontando para os ganhos de quase 10 por cento do FTSEurofirst no mês passado.

O setor bancário caiu 1,2 por cento, com KBC, Deutsche Bank, Unicredit e Commerzbank perdendo entre 2,4 por cento e 4,2 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,42 por cento, a 6.201 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,91 por cento, a 9.892 pontos.   Continuação...