Mercado de açúcar da Rússia enfrenta excesso de oferta em 2016, diz associação

quinta-feira, 17 de março de 2016 17:01 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O mercado de açúcar doméstico da Rússia enfrentará um excesso de oferta se os produtores aumentarem a área de cultivo de beterraba em 2016, disse o líder da Associação de Produtores de Açúcar do país, Andrey Bodin, em uma conferência nesta quinta-feira.

A Rússia tem aumentado a produção de açúcar doméstica nos últimos anos, com o país visando se tornar autossuficiente em vez de ser um grande importador global.

"Se nossos produtores cultivarem mais, então pode haver uma superprodução em nosso mercado", disse Bodin.

Ele reconhece que os países da Comunidade dos Estados Independentes podem reduzir suas importações de açúcar bruto e branco em 17 por cento para 1,6 milhão de toneladas de açúcar bruto e 355 mil toneladas de açúcar branco em 2016, com expectativas de que a demanda por açúcar bruto caia na Rússia, Belarus e Cazaquistão.

Ele não deu nenhuma estimativa para o ano comercial de 2016/17, que começa em 1º de outubro.

O grupo de países da CEI, dominado por Moscou, deve produzir 7,9 milhões de toneladas de açúcar de beterraba em 2016, uma alta de 9 por cento ante o ano passado, disse Bodin.

Segundo ele, os países do grupo deverão elevar a área de cultivo de açúcar de beterraba em 2016 em 9 por cento, para 1,5 milhão de hectares, com 1,1 milhão de hectares na Rússia, ante 1 milhão de hectares no ano anterior.

(Por Polina Devitt e Olga Popova)