March 18, 2016 / 7:43 PM / a year ago

Assembleia para aumento de capital de R$1 bi na Usiminas será em 18 de abril, dizem fontes

4 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A assembleia de acionistas da Usiminas para discussão da proposta de aumento de capital de 1 bilhão de reais feita pelo grupo Nippon Steel foi marcada para 18 de abril, em reunião do Conselho de Administração da siderúrgica brasileira realizada nesta sexta-feira.

"O conselho aprovou por maioria que só será discutida (na assembleia) a proposta da Nippon", disse uma fonte com conhecimento direto do assunto.

O placar da reunião foi o mesmo da semana passada, 7 a 3, com os três votos contrários cabendo aos conselheiros do grupo Techint, afirmaram as fontes.

O grupo ítalo-argentino, porém, que participa da Usiminas por meio da Ternium, vai avaliar se exercerá direito de convocar uma assembleia para discussão de sua proposta, disse outra fonte próxima do assunto.

A proposta da Techint envolve aumento de capital da Usiminas em cerca de 500 milhões de reais e utilização de outros cerca de 500 milhões em recursos do caixa da mineradora Musa, que tem o controle compartilhado pela japonesa Sumitomo Corporation e pela siderúrgica brasileira.

As ações preferenciais de classe A da Usiminas operavam estáveis às 16h40, enquanto o Ibovespa mostrava desvalorização de 0,9 por cento. Os papéis ordinários, que não estão no índice, recuavam mais de 8 por cento.

A CSN, rival da Usiminas mas uma das principais acionistas minoritárias da companhia, não comentou o resultado da reunião do Conselho da concorrente. A CSN chegou a mover na semana passada uma ação na Justiça de Minas Gerais tentando evitar a aprovação da proposta de aumento de capital de 1 bilhão de reais, mas o teve o pleito negado.

Mais cedo nesta sexta-feira, a Usiminas informou que conseguiu acordo com bancos credores, entre eles o japonês JBIC, para suspender obrigações financeiras por 120 dias a partir desta sexta-feira, sob a condição de que um aumento de capital mínimo de 1 bilhão de reais seja aprovado pelos acionistas.

A Nippon Steel afirmou anteriormente que se comprometeria em integralizar todo o valor caso nem todos os acionistas resolvam participar da operação e caso a empresa conseguisse aprovação dos bancos para um respiro financeiro.

Segundo a primeira fonte, caso a assembleia de acionistas marcada para 18 de abril aprove o aumento de capital, a Sumitomo Corp vai estudar se concederá aval para transferir entre 500 milhões e 1 bilhão de reais acumulados no caixa da Musa, para a Usiminas.

Os bancos credores da siderúrgica brasileira que aceitaram a suspensão das obrigações financeiras da empresa são, além do JBIC, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco, Santander Brasil, BNDES, Bank of Tokyo Mitsubishi UFJ, Mizuho Bank e Sumitomo Mitsui Banking Corporation.

Para analistas do banco BTG Pactual, o acordo com os credores é mais um passo relevante da siderúrgica para evitar um pedido de recuperação judicial no curto prazo, mas não garante a sustentabilidade da companhia no longo prazo.

A Usiminas tem vencimentos de 1,9 bilhão de reais este ano e caixa de cerca de 2 bilhões de reais. A empresa encerrou 2015 com geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) negativa em 2,3 bilhões de reais.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below