Apple deve lançar modelo menor e mais barato do iPhone nesta 2a-feira

segunda-feira, 21 de março de 2016 12:09 BRT
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Apple deve lançar uma versão menor e mais barata do iPhone nesta segunda-feira, em uma estratégia para atender mercados emergentes e possivelmente a China, maior comprador de celulares inteligentes do mundo, e reverter declínio de vendas de seu mais importante produto.

O lançamento do aparelho, que deve se chamar iPhone SE, vai representar a segunda tentativa da Apple de atacar o mercado de aparelhos médios, após uma fracassada incursão há três anos.

O produto pode dar à Apple impulso na Índia, Oriente Médio e África, mas também arrisca reduzir os preços médios dos aparelhos e margens de lucro.

"O iPhone SE fornece um novo incentivo de atualização para quem tem o aparelho da marca mas não quer um celular com tela grande", disse o analista Bob O'Donnell, da TECHnalysis Research.

O iPhone mais barato pode ser atraente para mercados emergentes, disse o analista, mas não é garantia de sucesso pois ainda poderá ser mais caro que competidores que usam o sistema operacional Android, enquanto os consumidores destas regiões já se acostumaram a telas maiores.

A Apple convocou a imprensa para sua sede em Cupertino, no Vale do Silício, nesta segunda-feira, onde normalmente faz lançamentos de modelos do iPhone e outros produtos importantes.

Como de costume, a Apple tem mantido sigilo sobre seus lançamentos, mas analistas financeiros e do mercado de tecnologia esperam um iPhone mais barato com tela de cerca de 4 polegadas (10 centímetros) que terá recursos lançados mais recentemente, como o Apple Pay.

A Apple anunciou em janeiro que espera uma queda nas vendas de iPhone no atual trimestre fiscal ante o mesmo período do ano anterior, na primeira queda do tipo desde que a Apple ingressou no mercado de smartphones há nove anos. O iPhone gera cerca de dois terços do faturamento da Apple.

Analistas de Wall Street demonstram preocupação com o fato da companhia não ter outro produto de sucesso para substituir o iPhone. Além do celular, a empresa deve lançar nesta segunda-feira um novo tablet iPad e novos acessórios para o relógio Apple Watch.

(Por Julia Love)