Foxconn busca reduzir oferta de aquisição da Sharp, dizem fontes

terça-feira, 22 de março de 2016 07:38 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A taiuanesa Foxconn pretende reduzir sua oferta pela japonesa Sharp em ao menos cerca de 100 bilhões de ienes (893 milhões de dólares) para levar em consideração os resultados anuais provavelmente piores que o esperado da empresa deficitária de eletrônicos e novos riscos, disseram duas fontes nesta terça-feira.

No mês passado, a Sharp disse que emitiria cerca de 4,4 bilhões de dólares em novas ações para dar à Foxconn, formalmente conhecida como Hon Hai Precision Industry, uma fatia de dois terços na empresa. O investimento nas ações da Sharp é parte de um acordo estimado em cerca de 5,8 bilhões de dólares.

Mas a taiuanesa colocou sua oferta de aquisição em espera de última hora após a companhia japonesa revelar potenciais obrigações antes não divulgadas.

Ela também exigiu mais informações sobre os negócios recentes da Sharp. Fontes familiarizadas com o tema disseram que a Sharp deve registrar uma perda operacional na casa das dezenas de bilhões de ienes para o ano fiscal com encerramento neste mês, em vez do lucro de 10 bilhões de ienes que havia previsto anteriormente.

A Sharp recuou ante um corte maior de 200 bilhões de ienes proposto anteriormente pela Foxconn, mas não estava em posição de se desvencilhar da companhia taiuanesa, já que está desesperada para garantir recursos, afirmaram as fontes.

Foxconn e Sharp não quiseram comentar.