Ações asiáticas caem com cautela por ataques em Bruxelas, mas índices chineses sobem

quarta-feira, 23 de março de 2016 09:05 BRT
 

XANGAI/CINGAPURA (Reuters) - As ações chinesas subiram nesta quarta-feira, impulsionadas por uma leve alta no meio da sessão, recuperando as perdas de mais cedo na sequência dos ataques a bomba na Bélgica.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,32 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,38 por cento.

Porém, os outros mercados da região caíram em uma sessão de operações reduzidas com os investidores recuando suas posições antes do feriado de Páscoa, optando pela cautela após os ataques em Bruxelas.

Às 7:55 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,42 por cento, sua primeira queda em seis sessões. O índice Nikkei do Japão devolveu ganhos do início da sessão e teve queda de 0,3 por cento.

"Em geral, o efeito de ataques terroristas se tornaram cada vez menos dramáticos após o 11 de setembro", disse o estrategista de mercado da corretora IG Berard Aw. "Mas os investidores podem estar ajustando posições antes do fim de semana prolongado, especialmente à luz dos ataques em Bruxelas."

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,28 por cento, a 17.000 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,25 por cento, a 20.615 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,38 por cento, a 3.010 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,32 por cento, a 3.236 pontos.   Continuação...