Sueca de cosméticos Oriflame diz que pode se expandir para Brasil e EUA

quinta-feira, 24 de março de 2016 08:33 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A empresa de cosméticos Oriflame pode entrar no Brasil e nos Estados Unidos em alguns anos, disse seu presidente-executivo.

Marnus Brannstrom disse que, no longo prazo, países asiáticos devem responder pela fatia principal das vendas da Oriflame, com China e Índia provavelmente se tornando seu maior mercado individual. Seu maior mercado hoje é a Rússia.

Mas se as condições do mercado continuarem a se estabilizar, a Oriflame também avaliará entrar nos EUA e no Brasil.

"Isso pode acontecer bem rápido", disse Brannstrom à Reuters em entrevista, acrescentando que haveria possibilidade de ocorrer em alguns anos.

Brannstrom disse que os EUA e o Brasil são mercados altamente interessantes, mas também intensivos em recursos.

"Eles são mercados enormes de vendas diretas com um alto grau de inovação e com muitas novas companhias nos EUA", disse, acrescentando que a Oriflame continuará a crescer principalmente organicamente.

(Por Helena Soderpalm)