Secretário de Minas e Energia nega que crise atrapalhe leilão da Celg-D

segunda-feira, 28 de março de 2016 18:17 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A crise política e econômica do país não vai impedir a realização do leilão da distribuidora goiana de energia Celg-D, da Eletrobras, e o edital do certame deverá ser divulgado em breve, segundo o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata.

"Não tem a ver (com momento político e econômico). Vai sair com certeza. Não tenho a data que vai sair, mas vai sair, pode ter certeza", disse ele a jornalistas, durante visita ao Parque Olímpico da Barra da Tijuca, coração dos Jogos Olímpicos deste ano.

O edital do certame é aguardado pelo mercado desde o mês passado. Após a sua publicação, serão necessários mais 30 dias para a realização da licitação.

O leilão da Celg-D terá um preço mínimo de 2,8 bilhões de reais. Somadas as dívidas que deverão ser assumidas pelo comprador, o negócio envolverá um total de 5,2 bilhões de reais.

(Por Rodrigo Viga Gaier)