Rossi consegue alongamento de prazo de mais de R$1 bi de dívida com Bradesco e BB

terça-feira, 29 de março de 2016 19:44 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Rossi Residencial informou nesta terça-feira que concluiu 'substancialmente' uma reestruturação de suas dívidas financeiras com Bradesco e Banco do Brasil.

Em fato relevante, a construtora afirmou que para o montante que compreende cerca de 90 por cento da dívida obteve a extensão do prazo médio da dívida de 10 para 39 meses com redução significativa de seus custos financeiros.

Foi aprovado junto ao Bradesco o alongamento da dívida corporativa no valor aproximado de 820 milhões, com novo prazo de 72 meses de pagamento e carência de principal e juros durante os primeiros 12 meses, afirmou a Rossi.

No caso do BB, houve um alongamento da dívida de cerca de 228 milhões de reais, com o novo prazo de 48 meses para pagamento com carência de 18 meses.

Segundo a Rossi, em ambos os casos as garantias serão constituídas por terrenos, unidades imobiliárias e/ou recebíveis de unidades prontas, além de cotas de controladas da companhia.

De acordo com o documento, a repactuação permitirá um reforço dos recursos disponíveis da companhia, atualmente em cerca de 200 milhões de reais, adequando a geração de caixa ao fluxo de pagamento, além de criar condições para a venda "com tranquilidade" de seus estoques e ativos, incluindo a eventual venda de participação na sua subsidiária Entreverdes.

Além disso, disse a Rossi, o acordo reduzirá de forma significativa as despesas financeiras e a retomada do ciclo de lançamentos, que, acontecerá quando os retornos forem "compatíveis com os níveis de risco do mercado imobiliário".

(Por Aluisio Alves)