PETRÓLEO - Mercado têm melhor trimestre desde meados de 2015

quinta-feira, 31 de março de 2016 18:45 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo saltaram mais de 10 por cento em março, no melhor trimestre desde meados de 2015, embora alguns analistas tenham dito que o rali pode acabar em breve, com o plano de congelamento de produção feito por grandes exportadores falhando em aliviar as preocupações com o excesso de oferta.

O dólar fraco e dados mostrando uma queda nos estoques no centro de entregas de petróleo dos Estados Unidos ajudaram os contratos futuros da commodity a encerrarem entre estáveis e firmes na sessão de quinta-feira.

Mas operadores permaneceram temerosos de que a tentativa de acordo entre os maiores produtores do mundo para manter a produção nos níveis de janeiro não causará grandes efeitos sobre nos estoques globais.

O Brent para maio, que expirou como primeiro contrato, encerrou em alta de 0,34 dólar, ou 0,8 por cento, a 39,60 dólares por barril. O contrato agora será substituído pelo junho.

O primeiro contrato da referência subiu 10 por cento em março --seu melhor mês desde abril de 2015-- e saltou 6 por cento no primeiro trimestre, o melhor desde o segundo trimestre de 2015.

O petróleo nos EUA encerrou a 38,34 dólares por barril, alta de 0,02 dólar no dia, subindo 14 por cento em março e 4 por cento no trimestre --também seu maior ganho trimestral desde junho de 2015.

(Por Barani Krishnan; reportagem adicional por Libby George)