Argentina eleva mistura obrigatória de etanol na gasolina a 12%

sexta-feira, 1 de abril de 2016 15:16 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O governo argentino aumentou nesta sexta-feira a proporção de etanol que deve ser misturada à gasolina no país para 12 por cento, ante 10 por cento, com o objetivo de impulsionar a combalida indústria de açúcar local.

A Argentina, um dos maiores produtores mundiais de alimentos, sofre com um déficit energético que pode ser parcialmente aliviado com o uso de biocombustíveis.

Os dois pontos percentuais de aumento na parcela de etanol serão fornecidos exclusivamente pela indústria de açúcar, que atualmente fornece proporcionalmente menos etanol para uso na gasolina que os produtores de milho.

Agora o etanol adicionado à gasolina será fornecido em partes iguais pelos produtores de açúcar e de milho.

Em um decreto publicado no Diário Oficial de sexta-feira, o Ministério de Energia ressaltou que busca "estabilidade no fornecimento do biocombustível e obter uma segurança energética maior em virtude da diversificação das matérias primas".

(Por Nicolás Misculin)