Ibovespa fecha em alta de 1% com Wall St e cena política no radar

sexta-feira, 1 de abril de 2016 17:41 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou no azul nesta sexta-feira, beneficiada pelo avanço em Nova York, enquanto estrategistas adotaram um tom mais positivo em carteiras de ações brasileiras recomendadas para abril, citando melhora no sentimento em relação mercado local.

O acirramento das tensões no plano político doméstico, contudo, manteve alguma cautela, refletida particularmente no giro financeiro, novamente abaixo da média do mês de março.

O Ibovespa subiu 1,01 por cento, a 50.562 pontos. Na parte da manhã, o principal índice do mercado brasileiro chegou a cair mais de 1 por cento, indo abaixo dos 50 mil pontos.

O giro financeiro da sessão somou 6,4 bilhões de reais. Março mostrou até dia 30 média diária de mais de 9 bilhões de reais, No ano, o giro médio diário era de 6,9 bilhões de reais.

Na semana, o Ibovespa subiu 1,82 por cento.

Em Wall Street, as bolsas fecharam em alta, após abertura negativa, com agentes financeiros analisando dados mais fortes do mercado de trabalho norte-americano e atividade manufatureira. O S&P 500 avançou 0,63 por cento.

No Brasil, a manutenção das incertezas políticas marcaram a sessão, abrindo espaço para realização de lucros após o Ibovespa valorizar-se 17 por cento em março, melhor desempenho mensal em mais de 13 anos.

Apesar de muitos profissionais do mercado ainda considerarem elevadas as chances de impeachment da presidente Dilma Rousseff, avaliam que eventos recentes na cena política adicionaram dúvidas sobre uma "ruptura e deixaram o caminho mais "tortuoso".   Continuação...