Vendas de veículos novos cai 23,6% em março sobre um ano antes

sexta-feira, 1 de abril de 2016 18:27 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os licenciamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil em março recuaram 23,6 por cento sobre o mesmo mês do ano passado, encerrando o primeiro trimestre com baixa anual de 28,6 por cento, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela associação de concessionárias, Fenabrave.

As vendas no mercado interno em março somaram 179.294 veículos, acumulando no trimestre 481.390 unidades. Sobre fevereiro, os licenciamentos de março subiram 22,1 por cento.

O segmento de carros e comerciais leves teve queda de 23,3 por cento ante março passado, enquanto em caminhões houve baixa de 25,9 por cento, e ônibus mostrando recuo de 45,4 por cento, segundo a Fenabrave.

A indústria, porém, teve forte aumento nas exportações no trimestre, subindo 54 por cento sobre um ano antes, para 126 mil unidades, segundo dados divulgados mais cedo pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

"Estamos exportando mais só por causa do fator cambial", afirmou o gerente de desenvolvimento de negócios da consultoria Jato Dynamics, especializada no mercado de automóveis, Milad Kalume Neto.

Nesta semana, o presidente da Anfavea, Luiz Moan, afirmou que o desempenho das vendas de março foi afetado pela série de manifestações contra e a favor do governo federal, além das próprias crises econômica e política que pesam sobre a confiança dos consumidores. A queda nas vendas deve manter o setor fazendo ajustes de produção para se adequar à demanda.

A entidade por ora trabalha com perspectiva de queda de 7,5 por cento nas vendas de veículos leves em 2016, a 2,376 milhões de unidades, número que, se confirmado, marcará o quarto ano seguido de retração nos licenciamentos de carros novos no país.

"Imagino que as correções (nas previsões) vão ter que ser para baixo. Vai ter revisão, não tenho dúvida nenhuma", disse Kalume Neto. Ele acrescentou que a Jato Dynamics espera que as vendas de veículos leves no Brasil este ano somem apenas 1,95 milhão de unidades ante estimativa da Anfavea de 2,3 milhões.

O setor fechou fevereiro com estoque de 241,4 mil veículos novos à espera de compradores, queda de 8 por cento sobre janeiro e suficiente para 46 dias de vendas, segundo os dados mais recentes da Anfavea, que deverá fazer uma atualização nos dados para incluir os números de março na próxima quarta-feira.

(Por Alberto Alerigi Jr.)