Exportações brasileiras de carne de frango em março crescem 15,6%, diz ABPA

sexta-feira, 1 de abril de 2016 19:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações brasileiras de carne de frango em março atingiram o segundo melhor resultado mensal já registrado, somando 403,4 mil toneladas de produtos in natura, salgados, embutidos e processados, alta de 15,6 por cento ante o mesmo período do ano anterior, informou nesta sexta-feira a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

De acordo com o vice-presidente de aves da entidade, Ricardo Santin, o aumento da participação da China após a habilitação de novas plantas para exportações, dentre outros fatores, contribuiu para o bom resultado.

"Um dos grandes destaques é a China, tanto para aves quanto para suínos, como consequência do aumento do número de plantas habilitadas no ano passado. Outros mercados como Japão, Emirados Árabes Unidos, Hong Kong e Rússia também ampliaram suas compras", disse Santin, em comunicado.

O recorde anterior havia sido registrado em julho do ano passado, com 447,2 mil toneladas.

No primeiro trimestre, as exportações apresentaram alta de 12 por cento ante o mesmo período de 2015, com 1,04 milhão de toneladas, gerando 5,8 bilhões de reais em receita, alta de 26,8 por cento ante o período do ano anterior, disse a ABPA.

As exportações de carne suína in natura atingiram um recorde, com 56,7 mil toneladas, alta de 85,1 por cento ante o mesmo mês de 2015.

"O resultado mensal de março é um recorde histórico nos embarques de carne suína in natura. Diversos destinos vêm apresentando elevações nas compras. A Rússia, por exemplo, expandiu suas importações em 75 por cento", disse o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

(Por Natália Scalzaretto)