Expansão empresarial da zona do euro tem leve alta em março, aponta PMI

terça-feira, 5 de abril de 2016 07:28 BRT
 

Por Jonathan Cable

LONDRES (Reuters) - O crescimento empresarial da zona do euro melhorou levemente no mês passado em relação à mínima de 13 meses de fevereiro apesar do enfraquecimento do setor de serviços, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI Composto final para o bloco, considerado um bom guia para o crescimento, atingiu 53,1 em março, uma melhora mínima em relação ao 53,0 de fevereiro. O resultado ficou acima da marca de 50 que separa crescimento de contração, mas abaixo da leitura preliminar de 53,7.

"A economia da zona do euro falhou em mostrar qualquer ganho significativo de ímpeto em março. Com o PMI quase não subindo ante a mínima de 13 meses de fevereiro, a região parece ter crescido apenas 0,3 por cento de novo no primeiro trimestre", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

De forma mais preocupante para as autoridades, as empresas cortaram os preços de novo no mês passado. O índice de preços de produção ficou em 48,6 contra a mínima de 12 meses de 48,5 em fevereiro.

O corte de preços não conseguiu conter o recuo no PMI do dominante setor de serviços da zona do euro, que caiu para a mínima de 14 meses de 53,1 ante 53,3 e preliminar de 54,0.