Pressionado por alimentos, IPC-Fipe acelera alta a 0,97% em março

terça-feira, 5 de abril de 2016 07:48 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os preços de alimentos mostraram maior pressão em março e o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo subiu 0,97 por cento no mês, contra alta de 0,89 em fevereiro, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

O resultado ficou acima da expectativa em pesquisa da Reuters, de alta de 0,88 por cento no mês na mediana das projeções.

O grupo que exerceu o maior impacto no índice de março, segundo a Fipe, foi Alimentação, com alta dos preços de 1,87 por cento, com 0,4569 ponto percentual.

Os preços de Despesas Pessoais também se destacaram, com alta de 1,17 por cento e impacto de 0,1595 ponto percentual.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

(Por Camila Moreira)