Índice euroepu de ações fecha em queda ao fim de sessão volátil; bancos pressionam

quinta-feira, 7 de abril de 2016 14:26 BRT
 

Por Atul Prakash e Danilo Masoni

LONDRES/MILÃO (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em queda nesta quinta-feira, com o setor financeiro recuando e papéis de empresas como Skanska e Daimler caindo após operarem sem o atrativo do pagamento de dividendos.

O índice FTSEurofirst 300 recuou 0,76 por cento, aos 1.288 pontos, após atingir a mínima em um mês mais cedo. O índice, que acumula queda de 10 por cento no ano, permaneceu no rumo para fechar em queda pela quarta semana seguida.

Os bancos europeus caíram 2,2 por cento em meio a conversas sobre mais demissões e cortes planejados pelos principais bancos da região, que lidam com taxas zeradas. A disposição do Banco Central Europeu (BCE) de flexibilizar ainda mais a política monetária, segundo três autoridades, incluindo seu presidente, também pesou no humor.

As ações da montadora alemã Daimler caíram 4,8 por cento, pressionando o índice do setor a uma queda de 2,5 por cento. Entre outras empresas perdendo o direito ao próximo pagamento estavam a Skanska, cujas ações caíram 8,7 por cento, sendo o papel com a maior queda no FTSEurofirst.

Ações relacionadas a saúde subiram pela segunda sessão, com o índice do setor avançando 0,5 por cento após o fim do acordo de fusão entre Pfizer e Allergan estimular conversas sobre outras atividades de consolidação no segmento.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,40 por cento, a 6.136 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,98 por cento, a 9.530 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,90 por cento, a 4.245 pontos.   Continuação...