Autoridades de Toronto propõe regras para Uber e ajuda a taxistas

quinta-feira, 7 de abril de 2016 14:37 BRT
 

TORONTO, Canadá (Reuters) - Autoridades da cidade canadense de Toronto propuseram nesta quinta-feira novas regras para permitir a operação do aplicativo de transporte urbano Uber e permitir que taxistas tradicionais possam competir por corridas.

Entre as recomendações, as companhias de táxi poderão oferecer tarifas menores para viagens em que o usuário não chamou o carro na rua.

As regras propostas vão criar uma licença separada para companhias de transporte privado, que usarão um aplicativo para conectarem passageiros com motoristas privados que usam seus próprios carros.

Os motoristas do Uber não têm licença e taxistas e simpatizantes querem que eles estejam sujeitos às mesmas regras dos táxis.

Sob a nova proposta, o Uber não vai ser regulado sobre as tarifas que cobra. Apesar das tarifas de todos os táxis serem reguladas na cidade, sob as novas regras, se uma corrida de táxi for chamada via aplicativo ou pelo celular, a companhia de táxi poderá oferecer uma tarifa menor para competir com o Uber.

A cidade abriu um processo no ano passado para impedir a operação Uber e um tribunal de Ontário decidiu que a empresa não estava operando ilegalmente.

As regras propostas por Toronto vão exigir uma cobertura mínima de 2 milhões de dólares canadenses de seguro envolvendo todos os motoristas. Além disso, o Uber e outras empresas terão que pagar uma taxa de 20 mil dólares além de mais 10 dólares canadenses por ano por cada motorista registrado e 0,20 dólar canadense por viagem.