Bovespa avança com percepção sobre cena política, mas Wall St reduz ganho

quinta-feira, 7 de abril de 2016 17:44 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou com o seu principal índice em alta nesta quinta-feira, com o cenário político novamente guiando o movimento das ações, embora a forte piora dos pregões em Wall Street tenha reduzido os ganhos locais na parte da tarde.

O Ibovespa subiu 0,87 por cento, a 48.513 pontos. Na máxima do dia, o índice de referência do mercado acionário brasileiro subiu 1,76 por cento.

O volume financeiro seguiu mais fraco, totalizando apenas 5,00 bilhões de reais.

O pregão doméstico tem oscilado conforme a percepção de agentes financeiros quanto ao desfecho do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff se altera, com ganho quando o noticiário pende para a troca do comando do país e com queda quando tal cenário parece mais difícil.

Nesta sessão, prevaleceu a repercussão de novo placar publicado pelo jornal O Estado de S.Paulo mostrando acréscimo no número de deputados a favor do impeachment, assim como notícias sobre delação premiada de executivos da empreiteira Andrade Gutierrez.

"A influência do cenário político tem prevalecido, para o bem ou para o mal", disse o gestor Eduardo Roche, da Canepa Asset Management.

Wall Street, contudo, acabou pesando na bolsa paulista conforme acelerou as perdas, em sessão marcada por preocupações de que as medidas de estímulo adotadas por bancos centrais podem não ser suficientes para animar a economia global.

O índice acionário norte-americano S&P 500 fechou em queda de 1,2 por cento.   Continuação...