Ministro de Energia russo diz esperar acordo sobre produção de petróleo em Doha

sexta-feira, 8 de abril de 2016 12:54 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, espera que os maiores produtores de petróleo aceitem congelar a produção em um encontro em Doha em 17 de abril, disse ele nesta sexta-feira, o que poderia ajudar a reequilibrar o mercado global da commodity.

Rússia, Arábia Saudita, Venezuela e Catar concordaram em fevereiro em congelar a produção nos níveis de janeiro, mas disseram à época que o acordo dependia da adesão de outros produtores, o que será decidido na reunião no Catar.

"É claro que nós esperamos (por um acordo)", disse Novak a jornalistas nos bastidores de um evento. "Senão não teríamos discutido essa questão".

"Um congelamento nos níveis de janeiro está em discussão, mas outras propostas poderão ser feitas", disse.

Uma fonte na Opep disse à Reuters que a produção poderia ser congelada nos níveis de janeiro, fevereiro, março, ou mesmo nos níveis do primeiro trimestre. A Rússia e países da Opep tinham a produção de petróleo próxima de volumes recorde em janeiro.

(Por Olesya Astakhova e Denis Pinchuk; reportagem adicional de Rania El Gamal em Dubai)