BTG Pactual anuncia cisão do negócio de commodities

sexta-feira, 8 de abril de 2016 19:38 BRT
 

Por Aluísio Alves

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) - O BTG Pacutal anunciou nesta sexta-feira a cisão de sua unidade de negociação de commodities e criação de uma nova companhia chamada Engelhart Commodities Trading Partners, com sede em Luxemburgo, que irá reunir a plataforma de commodities.

A nova companhia, que exclui a mesa de trading de energia do Brasil, terá aproximadamente 1,6 bilhão de dólares de patrimônio líquido e 5,7 bilhões de dólares em ativos totais.

O BTG Pactual estuda entregar a seus sócios cerca de 65 por cento da participação acionária detida no negócio. Assim, o BTG Pactual deixará de consolidar os ativos e passivos da Engelhart, reconhecendo apenas a parcela remanescente no negócio pelo método de equivalência patrimonial.

Segundo comunicado, a nova marca funcionará de forma separada do BTG Pactual, com alguns poucos serviços administrativos e operacionais a serem prestados pelo BTG Pactual, incluindo contratos de compartilhamento de custos e infraestrutura, até que esses serviços sejam integralmente absorvidos pela Engelhart.

A expectativa é de que a operação seja concluída até o início do terceiro trimestre deste ano.

Mais cedo, a Bloomberg informou que o BTG Pactual faria a cisão do negócio de commodities. E a Reuters informou que a operação seria anunciada ainda nesta sexta-feira.

A cisão ajudará o BTG Pactual a aliviar suas necessidades de capital. No comunicado, a instituição calculou que a transação, em conjunto com a venda já anunciada da BSI S.A, deve aumentar em 5 por cento seu índice de Basileia.

A medida vem na esteira de outras vendas de ativos do grupo, que ainda lida com os efeitos da prisão do seu fundador André Esteves, em novembro, dentro da operação Lava Jato, o que provocou transferência de fundos de clientes e forte queda dos papéis negociados na BM&FBovespa.

(Reportagem adicional de Juliana Schincariol)