Solução para Grécia sairá em breve, mas sem alívio de dívida, diz ministro alemão

domingo, 10 de abril de 2016 15:50 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, disse a um canal de TV alemão estar “bem otimista” de que os credores conseguirão encontrar uma solução para a Grécia nas próximas semanas, mas acrescentou que qualquer desfecho não incluirá o alívio da dívida do país.

“Vamos encontrar uma solução nas próximas semanas, mas isso não vai ter nada a ver com alívio da dívida, mas sim com a Grécia tendo que fazer mais no caminho de se tornar uma economia competitiva”, disse ele em uma entrevista à emissora pública ARD.

Para Schaeuble, uma vez que os prazos para o pagamento da dívida grega já foram prolongados por 35 anos e os pagamentos de juros foram adiados por 10 anos, as pessoas que falam em alívio da dívida simplesmente “não querem falar sobre o que a Grécia precisa fazer”. O ministro afirmou que Atenas deve atender às condições que foram estabelecidas.

“Estamos ajudando a Grécia – estamos comprando tempo”, disse ele, acrescentando que os credores sempre cumpriram seus acordos, mas que tem sido difícil conseguir que a Grécia faça o mesmo.

A União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) deram início, na sexta-feira, a negociações para alcançar um entendimento sobre como persuadir a Grécia a realizar mais reformas econômicas ligadas a seu resgate financeiro, de modo a liberar empréstimos adicionais.

(Reportagem de Michelle Martin)