Exportação de etanol do centro-sul cresce mais de 50% com produção recorde, diz Datagro

terça-feira, 12 de abril de 2016 16:46 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A exportação de etanol pelas usinas do centro-sul do Brasil fechou a temporada 2015/16 com crescimento de 53 por cento na comparação com a safra anterior, para cerca de 1,9 bilhão de litros, com o setor aproveitando uma produção recorde para expandir as vendas externas, avaliou nesta terça-feira o presidente da consultoria Datagro, Plinio Nastari.

"Isso reflete a produção recorde na safra 15/16 e o fato de o etanol brasileiro receber um prêmio por ser considerado um combustível avançado", afirmou Nastari à Reuters, ao ser questionado sobre o assunto.

Produtores brasileiros desfrutam de prêmios pagos pela Califórnia, que estabeleceu padrões que favorecem combustíveis de baixa emissão de carbono.

A produção de etanol do centro-sul do Brasil, que responde por mais de 90 por cento do total do país, aumentou 7,6 por cento na safra 15/16 (abril/março) na comparação anual e marcou o terceiro recorde seguido, em meio a uma moagem de cana com volumes históricos que priorizou a fabricação do biocombustível em detrimento do açúcar, informou nesta terça-feira a associação das usinas (Unica).

As vendas externas pelas unidades produtoras do centro-sul, segundo a Unica, representaram 6,6 por cento do total comercializado pelo setor na temporada 2015/16, que atingiu 29,27 bilhões de litros.

Para a nova temporada (2016/17), a Datagro projeta produção e exportações semelhantes às registradas na safra passada para o centro-sul, disse Nastari, sem dar outros detalhes.

(Por Roberto Samora)